24 de fevereiro de 2021 às 17h36m
Assembleia do Ceará reúne prefeitos e debate ações sobre litígio territorial com Piauí*

O Comitê de Estudos de Limites e Divisas Territoriais da Assembleia Legislativa do Ceará realizou reunião na tarde desta sexta (19) para tratar do litígio territorial entre Ceará e Piauí.

A abertura foi realizada pelo presidente da Assembleia, Evandro Leitão (PDT). Participaram, além da deputada Augusta Brito (PCdoB), presidenta do Comitê, os deputados estaduais Acrísio Sena (PT), Salmito Filho (PDT) e Queiroz Filho (PDT). Também presentes, vários prefeitos da região da Ibiapaba e representantes da PGE e do IPECE.


O deputado Acrísio Sena defendeu uma ação institucional integrada entre governo, Assembleia, prefeituras e entidades pública e privadas. "É importante que a população saiba que estamos ameaçados de perder municípios com os quais já existe um sentimento de pertencimento. Somos todos Ceará", defendeu.


Dentre as propostas apresentadas, a realização de plebiscito ou referendo em cada município, articulado pelas prefeituras e câmara de vereadores; realização de campanha publicitária e produção de material gráfico informativo a ser distribuído nos municípios afetados; além de reunião da PGE com as procuradorias municipais. A área do litígio – que pode chegar a 6.519 km2 – abrange os municípios de Granja, Viçosa do Ceará, Tianguá, Ubajara, Ibiapina, São Benedito, Carnaubal, Guaraciaba do Norte, Croatá, Ipueiras, Poranga, Ipaporanga e Crateús.


Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001